Fluxo Soluções

Unidades de Recuperação de Vapores (URV/VRU)

Fabricação Licencida Jordan Technologies

A FLUXO é licenciada da empresa americana Jordan Technologies, líder mundial em tecnologia de URVs, para fabricação das unidades no Brasil.

Com mais de 20 Unidades de Recuperação de Vapores (URV, ou VRU em inglês) fabricadas sob a licença da americana Jordan Technologies, a Fluxo foi uma das raras empresas no Brasil que tiveram suas unidades inspecionadas pela Cetesb, sendo aprovada nos requisitos de eficiência da regulamentação aplicável. Através da tecnologia de adsorção/regeneração/absorção ou separação por membranas, é possível tratar os Compostos Orgânicos Voláteis (COVs) emanados para a atmosfera em um carregamento de hidrocarbonetos em caminhões, vagões ou navios, recuperando-os para a fase líquida.

O processo de recuperação de vapores envolve duas etapas: a separação dos compostos orgânicos voláteis (COVs) da corrente gasosa e então a liquefação destes vapores para retorno ao tanque de armazenamento.

Em unidades de recuperação de vapor (URV) com carvão ativado, a etapa de separação dos COVs é realizada através de um processo de adsorção, e a liquefação pela absorção.

Na adsorção as moléculas de COVs aderem aos grãos de carvão ativado (sólido adsorvente indicado para hidrocarbonetos) e ficam acumuladas no leito até a sua saturação. A partir daí, inicia-se o processo de regeneração do vaso, com bombas de vácuo que direcionam os vapores (agora em uma corrente gasosa altamente concentrada) a uma coluna de absorção, onde circula o fluido absorvente para agrupamento e liquefação das moléculas. Fechando o circuito, uma bomba de retorno conduz o fluido de volta ao tanque de armazenamento com alterações mínimas em sua composição.

As bombas de vácuo são os dispositivos responsáveis pelo processo de regeneração do carvão ativado após a adsorção, direcionando a corrente de vapores para a coluna de absorção. São, portanto, o coração do sistema. 

Fabricadas pela empresa japonesa Hori, estas bombas são menos ruidosas, mais eficientes que as bombas tradicionais e não necessitam de injeção de gasolina na câmara de vácuo para refrigeração. As bombas HORI são uma exclusividade das URVs fornecidas pela FLUXO/JORDAN.

Esta é a última geração de tecnologias de VRU, que evoluiu das obsoletas bombas com selo de glicol, posteriormente para as bombas secas de duplo parafuso (amplamente utilizadas no mercado) e agora com as bombas secas da Hori. Esta evolução visa aumentar a disponibilidade do sistema, já que as bombas a vácuo são o coração da URV, além de reduzir os custos com operação  e manutenção.

A fim de permitir o uso ininterrupto do sistema, são dimensionados dois vasos de carvão ativado, que adsorvem alternadamente. Enquanto um leito saturado é regenerado pela bomba de vácuo, o outro permanece acumulando as moléculas de COVs até a sua saturação para regeneração posterior.  O limite de emissões na exaustão dos leitos de carvão é de ar limpo com concentração de COVs menor que 10 mg/L.

A figura a seguir contém o fluxograma típico de uma unidade. O fluxograma pode ter diferenças no detalhamento de cada projeto.

Fluxograma Típico de uma URV

Contato

vru@fluxso.si

    Interesse, dúvidas e comentários. Entre em contato






    Produtos /